BIODIVERSIDADE

Primary tabs

Beatriz Vicente's picture

No Description Set

Bookmark to learn: Login to use bookmarks.

Bookmark to learn: Login to use bookmarks.

Add to collection ... add BIODIVERSIDADE to your collections:

Help using Flashcards ...just like in real life ;)

  1. Look at the card, do you know this one? Click to flip the card and check yourself.
  2. Mark card Right or Wrong, this card will be removed from the deck and your score kept.
  3. At any point you can Shuffle, Reveal cards and more via Deck controls.
  4. Continue to reveal the wrong cards until you have correctly answered the entire deck. Good job!
  5. Via the Actions button you can Shuffle, Unshuffle, Flip all Cards, Reset score, etc.
  6. Come back soon, we'll keep your score.
    “Repetition is the mother of all learning.”
  7. Signed in users can Create, Edit, Import, Export decks and more!.

Bookmark to learn: Login to use bookmarks.

Share via these services ...

Email this deck:

Right: #
Wrong: #
# Right & # Wrong of #

O que é a biosfera?

Camada superficial terrestre capaz de suportar vida. Constitui um sistema
global que inclui toda a matéria orgânica não decomposta, todos os seres vivos, o
ambiente onde a vida se desenrola e as relações que se estabelecem entre todos os seus elementos

organize de forma hierárquica a organização biológica.

Átomo; molécula; organulos; célula; tecido; órgão sistema de órgãos; organismo; espécie; população; comunidade biótica e ecossistema.

Qual a diferença entre população e comunidade biótica?

A população é o conjunto de seres vivos pertencentes à mesma espécie que habitam uma determinada área, num determinado momento.
A comunidade biótica é o conjunto de seres vivos de espécies diferentes que habitam uma área e estabelecem relações entre si.

Diferencia cadeia de teia alimentar.

Cadeia alimentar é a sequência de seres vivos que se relacionam a nível alimentar
(relações tróficas), envolvendo transferências de energia e de matéria.
Teia alimentar é conjunto de cadeias alimentares que se interrelacionam.

qual a importância do fluxo de energia na dinâmica dos ecossistemas?

1. Parte do sol e atinge todos os níveis tróficos de um ecossistema;
2. Diminui à medida que se passa de nível trófico para nível trófico, pois uma grande parte da energia contida nos alimentos é ingerida e gasta em atividades vitais (respiração e reprodução) e nas excreções, dissipando-se na forma de calor;
3. É unidirecional, pois a energia utilizada não é reaproveitada pelos seres vivos.

Qual a importância do fluxo de matéria na dinâmica dos ecossistemas?

É cíclica e contínua (ciclo de matéria), pois a matéria orgânica circula dos produtores para os consumidores e regressa ao solo, sob a forma de matéria mineral, pela ação dos decompositores.

Define biodiversidade.

Diversidade de tipos de seres vivos existentes num determinado ambiente

Na tentativa de facilitar a compreensão da evolução da vida na Terra e da atual diversidade de seres vivos, os biólogos utilizam: Sistemas de classificação, agrupando os organismos de acordo com as suas relações filogenéticas. como é que é feita a organização biológica no sistema de Whittaker?

O sistema de classificação de Whittaker agrupa os seres vivos em reinos, de
acordo com o tipo de células, a organização celular, a nutrição e a interação nos
ecossistemas.

Distinga os diferentes reinos da classificação de Whittaker, e enumere-os.

Reino Monera, Protista, Fungi, Plantae e animália.
1. Reino Fungi: procarióticas, unicelulares, autotróficos (fotossíntese e quimiossíntese), alguns heterotróficos (absorção). produtores e microconsumidores.
2. Reino Protista: eucarióticas, unicelulares (alguns coloniais) e pluricelulares. Autotróficos (fotossíntese) e heterotróficos (absorção e ingestão). Produtores, micro e macro consumidores.
3. Reino fungi: eucarióticas, pluricelulares e algumas unicelulares, heterotróficos (absorção). Microconsumidores e decompositores.
4. Reino Plantae: eucarióticas, pluricelulares. Heterotróficos (fotossíntese). Produtores.
5. Reino animália: eucarióticas, pluricelulares. Heterotróficos (ingestão). Macroconsumidores.

O que é a teoria celular?

A Teoria Celular, postulada por Schleiden e Shwann, assenta nos seguintes
pressupostos:
1- A célula é a unidade básica estrutural e funcional de todos os seres vivos,
ou seja, todos os seres vivos são constituídos por células, onde ocorrem os
processos vitais;
2- Todas as células provêm de células pré-existentes;
3- A célula é a unidade de reprodução, de desenvolvimento e de
hereditariedade dos seres vivos.

Diferencie as células eucarióticas das procarióticas.

Procarióticas:
1- São simples;
2- Terão sido as primeiras formas celulares a surgirem na Terra;
3- Constituem seres unicelulares;
4- São menores que as eucarióticas;
5- O material genético (DNA) não está envolvido por membrana celular,
encontrando-se disperso no citoplasma;
6- Não possuem organelos/organitos (estruturas membranares)
Eucarióticas:
1- São complexas;
2- Apresentam diversas formas e tamanhos, de acordo com o organismo e
funções que desempenham;
3- Constituem seres unicelulares ou pluricelulares;
4- Algumas podem ser observadas a olho nu;
5- Algumas podem mudar a sua forma de modo a melhorarem a sua
deslocação/função (ex.: glóbulos brancos);
6- Apresentam núcleo;
7- Possuem organelos/organitos (estruturas membranares);

Caracterize o núcleóide.

1- Conjunto do material genético (DNA) que se encontra disperso no
citoplasma das células procarióticas;
2- Controla a atividade celular

Caracterize a cápsula.

1- Protege a célula procariótica

Caracterize a pili ou fimbrea.

1- Asseguram a fixação ao substrato.

Caracterize os Plasmídeos.

1- Pequenos fragmentos de DNA bacteriano capazes de se reproduzir
independentemente do DNA cromossómico.

Caracterize os Cílios e flagelo.

1- Auxiliam na locomoção e na captura de alimento (no caso dos
protistas).

Caracterize a Membrana celular/plasmalema ou membrana plasmática.

1- Invólucro que limita o citoplasma e mantém a integridade celular;
2- É responsável pela troca de substâncias, energia e informação entre o
meio intracelular e o meio extracelular;
3- Atua como sensor (permite à célula modificar-se como resposta a
diversos estímulos ambientais) e tem permeabilidade seletiva (facilita a
passagem de determinadas substâncias e dificulta a passagem de
outras).

Caracterize o citoplasma.

1- Local onde os constituintes celulares se encontram dispersos;
2- É limitado pela membrana celular e pelo invólucro nuclear (este último
apenas nas células eucarióticas);
3- Engloba o hialoplasma/citosol (massa semifluida) e o citoesqueleto
(rede de fibras intercruzadas que mantém a forma da célula, permite
movimentos celulares e participa nos processos de endocitose e
exocitose).

Caracterize o núcleo

1- É o maior organelo celular;
2- É limitado pelo invólucro nuclear (carioteca), que possui poros que
permitem a comunicação entre o núcleo e o citoplasma;
3- No seu interior há um líquido (nucleoplasma) com cromatina (material
genético), que possui a informação essencial ao funcionamento celular,
e o nucléolo, constituído por proteínas e RNA (é o local de organização
dos ribossomas);
4- Controla a atividade celular;

Caracterize os ribossomas.

1- São compostos por duas subunidades (grande subunidade e pequena
subunidade);
2- Podem estar ligados à membrana do retículo endoplasmático ou
dispersos no citoplasma;
3- São constituídos por RNA e proteínas;
4- São responsáveis pela síntese proteica.

Caracteriza o Retículo endoplasmático.

1- Sistema de sáculos e vesículas;
2- É responsável pela síntese de proteínas, lípidos e hormonas e intervém
no transporte de proteínas e outras substâncias;
3- Pode ser rugoso (apresenta-se associado a ribossomas) ou liso (não se
apresenta associado a ribossomas).

Caracterize as mitocôndrias.

1- Possuem duas membranas, uma externa e uma interna (esta última
apresenta invaginações para o interior – cristas mitocondriais);
2- São responsáveis pela obtenção de energia metabólica a partir de
moléculas alimentares;
3- O seu espaço interior (matriz mitocondrial) é um gel onde existem
dispersos DNA, RNA, ribossomas e diversas enzimas responsáveis pela
obtenção de energia metabólica a partir de moléculas alimentares
(respiração aeróbia).

Caracterize os cloroplastos.

1- Possuem duas membranas, uma externa e uma interna (esta última
apresenta clorofila e invaginações para o interior, formando um
sistema de compartimentos – lamelas e tilacoides – onde ocorre parte
fundamental da fotossíntese);
2- A outra parte da fotossíntese ocorre na matriz semifluida interna
(estroma), onde existem dispersos DNA, RNA, ribossomas e diversas
enzimas responsáveis pela obtenção de energia.

Caracterize o complexo de Golgi.

1- Recebe proteínas do retículo endoplasmático para modificação
química, acumulação e envio para determinados destinos intra ou
extracelulares, através de vesículas que se desprendem (lisossomas);
2- Nas células vegetais é local de síntese de glícidos para a parede celular.

Caracterize os lisossomas.

1- Estrutura esférica rodeada por uma membrana simples que contém no
seu interior enzimas digestivas (hidrolases) que intervêm na
decomposição de moléculas e estruturas celulares.

Caracterize os vacúolos.

1- Armazenam água com substâncias dissolvidas, como gases, pigmentos,
açúcares, proteínas ou outras substâncias.

Caracterize os centríolos.

1- Estruturas de aspeto cilíndrico constituídas por microtúbulos;
2- Intervêm na divisão celular e na formação de estruturas locomotoras
(cílios e flagelos).

Caracterize a parede celular.

1- Estrutura rígida que envolve as células vegetais e bacterianas,
conferindo-lhes suporte e proteção;
2- Nas plantas é de natureza celulósica e nas bactérias é de natureza
quitinosa.

Os elementos químicos que constituem as biomoléculas podem ser: orgânicos ou inorgânicos, diferencie-os.

1- Inorgânicos: biomoléculas pequenas, simples e derivadas basicamente do
meio físico externo;
Ø Sais minerais;
Ø Água;
2- Orgânicos: biomoléculas grandes, complexas e produzidas pelos seres vivos
(macromoléculas);
Ø Prótidos;
Ø Glícidos;
Ø Lípidos;
Ø Ácidos nucleicos.

Caracterize os sais minerais.

1- Existem em reduzida quantidade no organismo (cerca de 1%);
2- Podem ser solúveis ou insolúveis em água;
3- Quando se encontram dissolvidos na água surgem sob a forma de iões
(catiões – carga positiva – ou aniões – carga negativa);
4- Têm uma função essencialmente estrutural e reguladora

indique os principais sais minerais.

1- Potássio, importante no funcionamento do sistema nervoso (impulso
nervoso) e no regulamento do equilíbrio de lípidos no organismo;
2- Fósforo, importante na formação dos ossos e dentes, contração muscular e
no funcionamento do sistema nervoso (impulso nervoso);
3- Ferro, constituinte da hemoglobina (transporta O₂);
4- Cálcio, importante na formação dos ossos e dentes, contração muscular e
no funcionamento do sistema nervoso (impulso nervoso);
5- Sódio, importante no funcionamento do sistema nervoso (impulso nervoso)
e no regulamento do equilíbrio de lípidos no organismo;
6- Magnésio, importante na contração muscular e no funcionamento do
sistema nervoso (impulso nervoso);
7- Cloro, importante na formação do suco gástrico.

Caracterize a água. Bem como as suas funções.

1- É o composto mais importante e abundante das células (75% a 90% do total
da sua massa);
2- Representa o meio onde ocorrem todas as reações celulares e químicas
vitais da célula;
3- É o solvente ideal;
4- É constituída por moléculas polares formadas pela ligação entre dois
átomos de hidrogénio e um de oxigénio, através de pontes de hidrogénio.
Esta ligação contribui para a capacidade de solubilidade da água,
permitindo ligar-se a diversos iões formando compostos mais estáveis.

Funções da água no organismo:
1- Intervém nas reações químicas, particularmente nas de hidrólise;
2- Atua como meio de difusão de substâncias;
3- Regula a temperatura;
4- Como é um excelente solvente, serve para transportar substâncias para
dentro (materiais nutritivos) e para fora (produtos de excreção) das células.